Arquivo de dezembro de 2009

Seminário Mulheres Enfrentando a Violência

quinta-feira, 17 de dezembro de 2009

Após mais uma mulher assassinada pelo companheiro em PE a ONG Cidadania Feminina debate sobre o tema
 
Hoje (22) a ONG Cidadania Feminina realiza o Seminário Enfrentando a Violência. Na ocasião a ONG apresentará os resultados da experiência do Apitaço pelo Fim da Violência Contra as Mulheres nas comunidades do Recife. O evento começa às 14h, no Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Pernambuco (SINTEPE),em Santo Amaro.
Durante a tarde, haverá apresentação de vídeo com depoimentos das mulheres que participaram do Apitaço, que só este ano chegou a 200 participantes. Durante o ano as mulheres também realizaram visitas à Delegacia da Mulher em Santo Amaro e no Centro de Referência Clarice Lispector.  De acordo com as realizadoras a ação passou a inibir os agressores nas comunidades e fortaleceu os grupos de mulheres como referência em suas comunidades no combate à violência.
O Apitaço é uma ação que utiliza o apito para inibir o agressor e fortalecer a mulher em situação de violência. Em 2009 a experiência alcançou mais oito comunidades do Recife, entre eles o Ibura, Campo Grande, Sitio dos Pintos. Em cinco anos da ação já é uma realidade de grupos de mulheres em Passarinho, Córrego do Ouro, Bomba do Hemetério, Boqueirão, Alto de Fátima, entre outros. “A Cidadania Feminina construiu o Apitaço no lugar onde as mulheres estão independentes do nacionalismo ou regionalismo, nós acreditamos que esta ação vem contribuir com o fortalecimento de mulheres organizadas do continente e do mundo. Vamos apitar até a violência acabar.”, disse Rejane Pereira, coordenadora da instituição.

Dados de Violência – O Fórum de Mulheres de Pernambuco (FMPE), com base nos números oficiais apresentados pela Secretaria de Defesa Social (SDS) e cotejados com os dados do portal pebodycount.com, registrou, preliminarmente, que até 22 de novembro deste ano, 291 mulheres foram assassinadas em Pernambuco. Foi revelado o aumento de 6,8% no número de homicídios que vitimou o sexo feminino em Pernambuco quando comparados dados referentes aos períodos de janeiro a outubro dos anos de 2008 e 2009. Ainda de acordo com os dados, pode-se ver que o número de homicídios de mulheres só não apresentou crescimento em 2007, contudo, de 2007 para 2008, o mesmo período apresentou crescimento de 1,9% e continuou a crescer, chegando aos dados ainda mais alarmantes de 2009. 
 
Serviço
Seminário Mulheres Enfrentando a Violência.
Hora: 14h
Local: Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Pernambuco (SINTEPE)
Rua General Semeão, 39 – Santo Amaro, Recife/PE 

Veja abaixo o convite.

Convite

Eleita primeira deputada lésbica e negra nos EUA

quinta-feira, 10 de dezembro de 2009

A primeira deputada abertamente lésbica e afro-americana foi eleita no Estado da Georgia para ocupar uma vaga na Assembléia estadual. Simone Bell venceu a eleição representante o distrito 58 área da cidade de Atlanta. Ela é a segunda lésbica a ser eleita no Estado, mas a primeira afro-descendente. “O aspecto hostórico disso tudo nunca foi minha vitória. Na verdade, alguma coisa atraiu a atenção para a mim durante a campanha” disse Simone, em entrevista para o portal “Advocate.”A vitória dela foi comemorada pelos ativistas em todo Estado. “Isso é uma tremenda vitória dos gays, lésbicas, bissexuais e transgênerosdo Estado da Georgia. Simone é, há muito tempo, uma líder na sua comunidade e terá um prodigioso mandato na Assembléia da Georgia” comemorou o presidente do grupo Gay & Lesbian Victory Fund. Abertamente lésbica, Simone venceu as eleições em um estado que aprovou, em 2006, uma emenda constitucional proibindo o casamento gay. Apesar disso, ela não foi alvo de nenhuma ação, durante a campanha, com base na sua orientação sexual. “Nosso distrito é muito diversificado e progressivo em diferentes aspectos, por isso que atacar uma candidata LGBT não poderia cair bemparticularmente nesse distrito” explicou Simone.

Fonte: http://www.athosgls .com.br/noticias

Professora de Jornalismo da Unicap apresentará projetos no 2º Fórum de Mídia Livre

sexta-feira, 4 de dezembro de 2009

A professora do curso de Jornalismo da Católica Ana Maria Veloso será conferencista no 2o Fórum de Mídia Livre, que acontecerá entre os dias 4 e 6 de dezembro, na Universidade Federal do Espírito Santo. De 14 a 17, ela participará da 1a Conferência Nacional de Comunicação, em Brasília, no Distrito Federal.

No Fórum de Mídia Livre, Ana Veloso participará da mesa-redonda : Midialivrismo e o Direito Humano à Comunicação, que será realizada no dia 5 de dezembro, das 9h30 às 12h30, junto aos jornalistas Antonio Biondi, do Coletivo Intervozes, e Edgar Rebouças, da Universidade Federal do Espírito Santo, e Evandro Ouriques, da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Ana Veloso apresentará o trabalho que desenvolve no programa Rádio Mulher e no projeto Cidadania Feminina.
(mais…)

quarta-feira, 2 de dezembro de 2009

Bazar Cidadania Feminina

Cidadania Feminina participa do II Fórum Nacional de Mídia Livre

quarta-feira, 2 de dezembro de 2009

A Secretaria de Cidadania Cultural do Ministério da Cultura (SCC/MinC) e a organização do II Fórum Nacional de Mídia Livre (FML) convidou a ONG Cidadania Feminina, que será representada pela coordenadora Rejane Pereira, para participar do maior evento brasileiro voltado à reflexão, o aprendizado e a prática da comunicação livre e compartilhada. De 4 a 6 de dezembro o encontro acontece na Universidade Federal do Espírito Santo (UFES), na cidade de Vitória (ES).

A ONG Cidadania Feminina foi um dos 82 Pontos de Mídia Livre premiados no edital nacional para participar do evento. “Para a Cidadania Feminina esse é um momento de troca de experiências com os outros pontos de mídia livre,. Além de poder apresentar o trabalho de comunicação realizado pela Cidadania Feminina, como  a rádio comunitária que tem uma programação voltada para as mulheres, sempre com um olhar voltado para informação e construção de uma rede pelo enfrentamento das desigualdades, em especial as mulheres negras. “, relata Rejane Pereira. E completa “Contribuir também com a luta por uma comunicação mais igualitária, onde o capitalismo e o machismo não continuem sendo o motivador das desigualdades”.

O Fórum tem como principal objetivo constituir a agenda do movimento dos midialivristas para  2010, materializada na Carta de Vitória, que será encaminhada aos representantes da sociedade civil, poder público e empresas que estarão presentes na I Conferência Nacional de Comunicação (Confecom) que acontece entre os dias 14 e 17 de dezembro, em Brasília (DF).

Ativistas, artistas, intelectuais, profissionais de comunicação, gestores públicos, empreendedores, estudantes e Pontos de Mídia Livre debaterão uma agenda comum para os realizadores de mídia independente no país, além de maior interação e articulação em rede. Na programação do evento, os Pontos terão alguns momentos de discussão.